Vários terminais Starlink chegaram à Ucrânia. É graças à Polônia

Por Admin em

A guerra na Ucrânia já dura pouco mais de três semanas e não há fim à vista. Nosso vizinho oriental ainda tem problemas para acessar a Internet, mas a última ideia de Elon Musk – comunicações via satélite Starlink – está vindo em socorro.

Starlink é um serviço desenvolvido pela SpaceX cujo objetivo é fornecer acesso à Internet de praticamente qualquer lugar da Terra – isso é possível graças a satélites especiais que circulam pelo planeta.

O serviço também é usado pela Ucrânia, que foi cortada da conexão tradicional com a rede como resultado da guerra com a Rússia. No final do mês passado, Elon Musk disponibilizou terminais especiais no território do país que permitem a comunicação com o mundo.

A Polônia comprou vários terminais Starlink para a Ucrânia

Mykhailo Fedorov, vice-primeiro-ministro e ministro da Transformação Digital da Ucrânia, informou nas mídias sociais sobre a próxima entrega de “Starlinks”. Ele agradeceu a Elon Musek pelo presente (ele instalou recentemente mais um lote de satélites em órbita), mas também ao governo polonês e ao PKN Orlen.

Os agradecimentos não são acidentais, pois foi o grupo polonês de combustíveis e energia que comprou um novo lote de terminais para a Ucrânia – o equipamento já ajuda nosso vizinho a manter contato ininterrupto com o mundo. Daniel Obajtek, CEO descreve-o da seguinte forma:

Foi uma tarefa difícil, mas muito importante. Conseguimos entregar um grande lote de Starlinks para a Ucrânia em um ritmo expresso, o que permitirá entrar em contato com o mundo. Apoiamos nossos vizinhos e nos solidarizamos com a Ucrânia e seus cidadãos.

Esperemos que a compra ajude a Ucrânia e consiga sobreviver em tempos difíceis. Vale acrescentar que a comunicação Starlink é mais resiliente do que a infraestrutura de rede tradicional. Nesse sentido, o país não precisa mais temer as ações da Rússia.

Leitura interessante:  A AMD nunca foi tão poderosa com processadores. O fabricante comemora o sucesso

Fonte: Twitter @ Mychajło Fedorow, Twitter @ Daniel Obajtek

Categorias: Blog