Quanto tempo perdemos olhando para o telefone?

Por Admin em

Especialistas do Digital Care Group, o maior provedor de serviços para dispositivos móveis no mercado polonês, apresentaram uma visão geral interessante dos hábitos mais interessantes dos residentes de diferentes países relacionados ao uso de telefones celulares.

Estima-se que existam cerca de 6,2 bilhões de telefones celulares no mundo, dos quais mais da metade são smartphones. Até 2023, o número de unidades deve ultrapassar 7 bilhões. Os telefones são uma parte permanente do nosso dia a dia e muitos não conseguem imaginar passar algumas horas sem olhar para a tela do smartphone.

Quem usa mais o telefone?

A maioria dos telefones são usados ​​- como você pode imaginar – nos países com as maiores populações, ou seja, China, Índia, EUA e Brasil. Nos dois primeiros desses países, o número de unidades ativas ultrapassa um bilhão. No Brasil, muitas famílias têm apenas um aparelho em comum, e 60% dos internautas no Brasil usam a rede apenas pelo telefone.

O tempo de uso diário do telefone em diferentes países pode variar em até 50%. Brasileiros e indonésios olham por mais tempo para a telaque passam, em média, 5,4 horas por dia com um telefone nas mãos. Logo atrás estão sul-coreanos (5 horas), mexicanos (4,8), indianos (4,7) e japoneses (4,6). Em troca, eles podem surpreendê-lo Os chineses que usam seus telefones mais curtos – apenas 3,2 horas por dia.

Quantas vezes por dia você olha para a tela do seu celular?

A pessoa média verifica o telefone cerca de 63 vezes por dia. Quase metade dos adultos americanos considera seu telefone seu item mais valioso. Eles também admitiram que eram viciados no dispositivo e se sentiam ansiosos quando o nível da bateria caía abaixo de 20%. Em suma, isso não é tão surpreendente, pois os americanos compram células mesmo para crianças de 3 anos. Cerca de 40% dos adultos apresentam seus próprios telefones para crianças menores de 10 anos.

Leitura interessante:  Velhos amigos e novos rostos. Jurassic World Dominion no trailer

Aplicativos mais populares em diferentes países

Os chineses baixam a grande maioria dos aplicativos. No ano passado, eles baixaram um total de 98,4 bilhões de aplicativos. A Índia é a número dois, mas ainda parece pálida com a China – só atingiu o nível de 26,7 bilhões. PLN. O terceiro lugar pertence aos Estados Unidos – 12,2 bilhões.

E quais aplicativos são os mais populares entre os jovens? Na Europa, EUA, Canadá e Austrália, a Geração Z provavelmente usará Instagram, TikTok e Spotify. A mesma faixa etária no Japão escolhe o mensageiro local LINE, Instagram e Twitter. Por outro lado, na Coreia do Sul, o aplicativo de comunicação coreano KakaoTalk, Instagram e Facebook são os mais populares, que em países europeus e na América do Norte é considerado o meio preferido dos millennials. Representantes dessa geração na Europa, Estados Unidos e Canadá também preferem usar o Messenger e o WhatsApp, o que os diferencia dos millennials asiáticos. Os japoneses usam o Facebook em segundo lugar, logo após o aplicativo da Amazon. Os coreanos são dominados pela versão local do navegador Google – Naver e pela loja online Coupang.

Claro, o Tinder é líder entre os aplicativos de namoro. É usado pelos cidadãos da maioria dos países da América e da Europa. No entanto, há um pouco mais de variação nos países asiáticos. Namoro chinês via Soul, coreanos escolhem WIPPY, indianos escolhem CuteU e cidadãos tailandeses, malaios e taiwaneses estão procurando camaradagem no aplicativo Omi.

Fonte: Grupo de Cuidados Digitais

Categorias: Blog