A China agiu em nome da Rússia antes mesmo do início da invasão

Por Admin em

De acordo com as últimas informações, a Ucrânia seria alvo de ataques cibernéticos maciços realizados antes do início da invasão russa. O roubo da infraestrutura digital ucraniana foi coordenado pela China.

China atacou a Ucrânia no ciberespaço antes mesmo da invasão russa

Conforme observado pelo The Times, o Serviço de Segurança Ucraniano (SBU) claramente estendeu a mão ao material de inteligência apontam para a China como um agressor no ciberespaçoque invadiu mais de 600 sites ucranianos (incluindo sites governamentais) em uma série de hacks.

As notas de inteligência foram compiladas por “outro país” mostrando que os ataques à infraestrutura de rede da Ucrânia começaram antes do final dos Jogos Olímpicos de Inverno, enquanto a maioria dos incidentes foi registrada em 23 de fevereiro, na véspera da invasão da Ucrânia pela Rússia.

Putin e Xi Jinping declararam conjuntamente em uma reunião durante os Jogos Olímpicos de Inverno que não há fronteiras entre a Rússia e a China. A cooperação entre os dois países continuará?

O alvo do ataque foi mais de 600 páginas

Cada um dos sites atacados foi submetido a milhares de tentativas de hackers. SBU afirma que infraestrutura digital estava entre eles O Ministério da Defesa da Ucrânia, o Banco Nacional e os recursos da Inspeção Nuclear Estatal.

O objetivo dos ataques também era descobrir lacunas que pudessem ser usadas no futuro para um possível desligamento da infraestrutura de defesa.

A cooperação adicional entre o presidente russo Vladimir Putin e o presidente chinês Xi Jinping pode causar preocupação. Até algumas semanas atrás, Joe Biden falava sobre as “consequências” que poderiam surgir no caso de uma maior cooperação entre o governo russo e a China.

Leitura interessante:  Shanghai Lockdown - vamos ter vagas em armazéns de eletrônicos?

Fonte: The Times

Categorias: Blog